Encontro de Meiofauna

Por em 8 de Julho de 2019
DR

Évora será a cidade anfitriã da 17th International Meiofauna Conference (SeventIMCO), conferência que irá juntar em Portugal especialistas em meiofauna de todo o mundo. Esta Conferência, realiza-se de 3 em 3 anos, em diferentes locais do mundo e vem celebrar em Portugal o seu 50º aniversário e terá lugar entre 7 e  12 de Julho de 2019, no Grande Auditório da Universidade de Évora.

Irão ser apresentados e discutidos pelos principais especialistas de 34 países os mais recentes avanços relacionados com o conhecimento da Biodiversidade, Conservação e Funcionamento dos ecossistemas aquáticos, com particular destaque para os ecossistemas marinhos de mar profundo.

Meiofauna consiste em pequenos organismos que vivem nos espaços intersticiais dos sedimentos aquáticos, desde lagos de montanha, rios, estuários até aos sedimentos marinhos de grande profundidade. Estes organismos apesar das suas pequenas dimensões são importantes comunidades biológicas que respondem muito bem às condições ambientais em que vivem,  e qualquer perturbação refletem de imediato as novas condições. Esta importante caracteristica torna-os numa excelente “ferramenta “ para investigação aquática moderna, principalmente devido à necessidade de desenvolvimento de indicadores de conservação, que permitam monitorizar a influência da exploração de recursos naturais nos ecossistemas estuarinos e marinhos.

 A Associação Internacional de Meiofauna (IAM) atribuiu ao grupo da Universidade de Évora, liderado pela Professora Doutora Helena Adão, a organização da 17ª edição como reconhecimento do trabalho de investigação desenvolvido nesta Universidade, tanto em sedimentos estuarinos como em sedimentos marinhos de maior profundidade (v.g. vulcões de lama submarinos, Canhão da Nazaré).

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.