Casa do Barro no Corval

Por em 19 de Abril de 2015

O Município de Reguengos de Monsaraz realizou no dia 14 de abril uma reunião com os oleiros de S. Pedro do Corval, maior centro oleiro do país com 22 olarias em atividade, para preparação de iniciativas promocionais e de divulgação da sua arte tradicional. Os oleiros visitaram as obras de construção da Casa do Barro, o futuro centro interpretativo da olaria de S. Pedro do Corval que vai abrir ao público em maio, durante a Festa Ibérica da Olaria e do Barro.

Em cima da mesa esteve a possibilidade de geminação da Casa do Barro com o museu da olaria de Salvatierra de los Barros, localidade parceira na organização há mais de duas décadas da Festa Ibérica da Olaria e do Barro, mas também a forma de divulgação e os materiais de promoção deste centro interpretativo. Os oleiros presentes neste encontro analisaram também as vantagens e a importância de criarem uma associação de defesa da sua atividade económica e que tenha mecanismos para promover o centro oleiro a nível nacional e internacional. Na reunião conclui-se igualmente que é fundamental existir formação adequada para preparar os oleiros para criarem novas peças e assim conseguirem entrar noutros mercados.

Os eventos promocionais são muito importantes para a divulgação das olarias e do Centro Oleiro de S. Pedro do Corval. Assim, foi analisada a participação das olarias na Ferinarte – Feira Internacional de Artesania en Extremadura, mas também questões referentes à preparação da Festa Ibérica da Olaria e do Barro, que vai decorrer de 22 a 24 de maio em S. Pedro do Corval. Esta feira, que junta os dois maiores centros oleiros da Península Ibérica e onde é possível assistir ao vivo aos oleiros a trabalharem na sua arte, integra ainda as jornadas ibéricas de olaria e cerâmica para debate de todas as problemáticas da profissão e para definição de estratégias de desenvolvimento.

O Festival Ibérico de Música Popular e Tradicional leva este ano à Festa Ibérica da Olaria e do Barro as atuações de D. Laura e Teresa Tapadas, Nayara e Ballet Flamenco de Sevilha e a Banda e o Coro Polifónico da Sociedade Filarmónica Corvalense.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.