Mora com programa de férias escolares

Por em 30 de Julho de 2018
DR/ Câmara de Mora

Durante o mês de Julho a Câmara Municipal de Mora desenvolveu o programa de actividades denominado Férias Escolares de Verão 2018, integrado no Mês da Juventude e destinado ao público infanto-juvenil de todo o Concelho.

De 2 a 28 de Julho as férias escolares foram sinónimo de alegria, convívio, diversão, novas amizades e experiências para as cerca de 80 crianças e jovens que participaram diariamente nas iniciativas e cujas idades se situavam entre os 3 e os 16 anos. Artes, futsal, costura, carpintaria, olaria, orientação ou polo-aquático, foram algumas das actividades que compuseram este programa. Como vem sendo hábito, um dos momentos altos das Férias Escolares de Verão 2018 foi também o Acampamento na Praia, em que 56 crianças e jovens do Concelho de Mora, divididos em dois grupos, rumaram até ao Parque de Campismo “Camping Galé”, onde cada um dos grupos permaneceu três dias. Entre actividades e banhos no mar, uma quebra de rotina que ficará certamente na memória de todos.

Para além de ocupar criativamente os tempos livres de crianças e jovens no período de férias, o conjunto de actividades colocado em prática visou a concretização de momentos enriquecedores das experiências pessoais dos participantes, através daquilo que é uma ocupação saudável. Nos objectivos constavam também a transmissão de conhecimentos das diversas áreas de acção e do quotidiano, como são exemplo o desporto e a cultura, e ainda a criação de laços de amizade, também eles importantes no desenvolvimento de qualquer ser humano. Ano após ano, há a preocupação de inovar através da introdução de actividades desafiantes, que aliem a diversão à aprendizagem e que estimulem as crianças e jovens a explorarem as suas capacidades e potencialidades.

O formato Férias Escolares, implementado pela Câmara Municipal de Mora, tem vindo a ser executado não só nas férias de Verão, mas também nas restantes pausas lectivas, nomeadamente na Páscoa e no Natal. A autarquia pretende com isto ir ao encontro das necessidades dos pais e encarregados de educação, que nestas alturas se encontram a trabalhar e não têm onde deixar os seus filhos. Por parte da Câmara Municipal é assegurado o transporte de ida e volta para todas as freguesias do Concelho, tal como o almoço gratuito para todos os inscritos. As actividades repartem-se pelos diversos espaços municipais, salvo algumas excepções, e são devidamente acompanhadas por técnicos da autarquia.

 

Dora Dias, Brotas

Catarina Duarte de 10 anos participa pela segunda vez no programa Férias Escolares. Dora Dias, a mãe da Catarina, considera que mesmo não se realizando em Brotas “é uma iniciativa boa para as crianças, para os pais e para o Concelho”. Diz-nos que enquanto a sua filha participa nas actividades “está mais ocupada e activa e não fica sozinha em casa, uma vez que também não tinha com quem a deixar”. O facto de as refeições serem fornecidas gratuitamente é para Dora uma mais-valia.

 

Carina Pulgas, Pavia

“Mesmo se este fosse um serviço pago, eu pagava para que os meus filhos pudessem usufruir. Assim nem sei como poderei agradecer”, diz Carina, mãe do Zé e da Joana, de 12 e cinco anos, respectivamente. No seu entender, o programa das Férias Escolares ajuda toda a família, na medida em que os seus filhos para além de ocupados estão bem entregues, enquanto ela trabalha. A mãe Carina diz que “para irem para as actividades o Zé e a Joana levantam-se todos os dias cheios de entusiasmo”.

 

Carla Amaral, Malarranha

Culinária e arborismo são as actividades que os irmãos Pedro e João Esteves, com 13 e 11 anos, destacam de todas em que participaram. Esta é a primeira vez em que participam em todas as actividades das Férias Escolares. Sobre o programa implementado pela Câmara Municipal de Mora, a mãe Carla Amaral, refere que “esta é uma boa ajuda. Enquanto estou a trabalhar sei que eles estão seguros”.

 

Vera Honório, Cabeção

Vera Honório é mãe da Clara, 10 anos, do Henrique, 7 anos e da Miriam, 4 anos. Os três participam nas Férias Escolares de Verão, assim como já tinham participado na Páscoa e no Natal. Com dificuldade em conciliar os horários do trabalho com as férias dos filhos, a Vera diz que “além de eu puder trabalhar sem ter de me preocupar constantemente onde irei deixar os meus filhos, sei que estão seguros e cuidados por óptimos profissionais. Os meus filhos têm a possibilidade de conhecer novos amigos e de terem outro tipo de actividades que se estivessem em casa nunca fariam”. No seu testemunho não deixa de referir o facto de o programa contribuir para que os seus filhos se tornem mais independentes e responsáveis. Os três filhos mostram especial gosto pelas idas à piscina e pela culinária, ambas actividades deste programa.

 

Luísa Camacho, Mora

Luísa Camacho, tem duas filhas a frequentar as actividades das Férias Escolares, Inês de 8 anos e Ema de 4. A mais nova foi uma estreia e gostou muito, segundo a mãe “o que ela mais gostou foi o Karaoke, dêem-lhe um microfone que ela faz a festa!”. A Inês já participou anteriormente nas férias escolares da Páscoa, e agora quis ir novamente, gosta muito da piscina e arborismo. Na opinião desta mãe, “o programa é sem dúvida importante e uma grande ajuda, pelo convívio que proporciona e também porque podemos contar com o almoço, que é sempre uma preocupação!”. Tanto a Inês como a Ema não abdicam de participar nas actividades, mesmo quando a mãe fica em casa.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.