Português Conquista Marvão

Por em 20 de Março de 2013

Daniel Silva venceu a etapa inaugural da 31ª Volta ao Alentejo em Bicicleta Crédito Agrícola Costa Azul em bicicleta, após 167 quilómetros percorridos entre Castelo de Vide e Marvão. O português da equipa Rádio Popular/Onda, conseguiu alguma vantagem já nos metros finais da subida ao Marvão e enverga a primeira Camisola Amarela Crédito Agrícola da Costa Azul.

O corredor natural de Trofa, iniciou os 5 quilómetros da subida ao Marvão acompanhado por mais três corredores: Sérgio Sousa (Efapel/Glassdrive), Alejandro Marque (OFM/Quinta da Lixa) e David Livramento (Carmim/Tavira), mas nos metros finais tudo se alterou. Daniel Silva, 27 anos, que terminou a Volta a Portugal do ano passado na quarta posição, admitiu as dificuldades dos derradeiros quilómetros: “com o vento que se fazia sentir na parte final, não foi muito fácil chegar aqui. Consegui ganhar uma distância, mas acabei por perder bastante nestes últimos metros e agora temos pouca vantagem para conseguir levar a Amarela até ao final.” Atrás do português terminou Karel Hnik (Etixx/Ihned) com mais 6 segundos e na terceira posição Eduard Prades (OFM/Quinta da Lixa) com mais 9 segundos.

O corredor orientado pelo Professor José Santos gastou quatro horas e oito minutos para terminar a primeira tirada da prova alentejana e é o rei das Camisolas: acumulou a vitória por pontos, traduzida na Camisola Verde “CA Seguros” e a Camisola Grená “Vidigueira Cidade do Vinho 2013”, símbolo da liderança na Montanha. Só lhe escapou a Camisola Laranja “RTP”, da Juventude, envergada por Karel Hnik (Etixx/Ihned), segundo na etapa de hoje.

Uma longa fuga

Alinharam à partida, em Castelo de Vide, 144 corredores em representação de 19 equipas. Para a história do dia fica a longa fuga de seis homens: André Mourato (LA Alumínios/Antarte), Henrique Casimiro (Carmim-Tavira), Illart Zuazubiskar (Euskadi), Antoine Duchesne (Bontrager Cycling Team), Scott Zwizanski (Team Optum) e Florian Senechal (Etixx/Ihned), que escaparam ao grande grupo pouco antes da passagem por Cabeço de Vide, ao quilómetro 48. Os fugitivos beneficiaram do bom entendimento que conseguiram na frente e da falta de organização no pelotão, tendo consigo uma vantagem de cerca de 10 minutos. No entanto, o esforço da equipa Louletano pôs final à grande aventura e a faltar 20 quilómetros para a chegada à meta final, instalada no alto de Marvão o grupo desfez-se e teve início uma nova história da etapa inaugural da Alentejana.

De Sousel até Portel

Quinta-feira, dia 21 de março, a concentração da caravana vai acontecer no Complexo Desportivo Municipal de Sousel de onde vai partir para um percurso de 172,1 quilómetros, pontuado por Metas Volantes em Vila Viçosa, Redondo e Reguengos de Monsaraz e por uma contagem de Montanha de 3ª categoria em Monsaraz. A etapa ficará concluída pouco antes das 16 horas no centro de Portel.

 

A 31ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola Costa Azul é uma organização conjunta da PAD e da CIMAC – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central com o patrocínio do Crédito Agrícola da Costa Azul, CA Seguros, Vidigueira Cidade do Vinho 2013, RTP, edp, KIA, Delta Cafés, INATEL, Rádio Renascença, Sociedade Comercial do Vouga, CISION, ADWAY e Instituto Geográfico do Exército e o apoio dos municípios de Castelo de Vide, Marvão, Sousel, Portel, Vidigueira, Mértola, Ourique, Odemira, Santiago do Cacém e da Junta de Freguesia de V. Nova de Stº André, bem como, a ERT do Alentejo, ERT do Alentejo Litoral e a CIMAA – Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo.

 

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.