Passos Coelho inaugura investimento em Sines e promete ligação ferroviária às redes europeias

Por em 30 de Março de 2012

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, manifestou a sua satisfação com a descida das taxas de juro da dívida portuguesa abaixo dos 10 % que, no mercado secundário, atingiu os mínimos de quase um ano. Durante uma vista ao porto de Sines, por ocasião do lançamento da segunda fase do projeto Terminal XXI, Passos Coelho salientou o facto de os mercados “pouco a pouco”, irem reconhecendo os esforços que Portugal tem conduzido na reabilitação da sua economia.

Desde o início das operações em 2004, a PSA – uma das empresas líderes mundiais na gestão de portos – tem vindo a investir continuamente em infra-estruturas e equipamentos no Terminal XXI de Sines. A fase agora inaugurada compreende a ampliação do cais em 350 metros, para um total de 730 metros e a ampliação da área de armazenagem de contentores de 20 para 25 hectares.

O terminal está equipado com cinco pórticos de cais de última geração e 12 gruas de parque, sendo o sexto pórtico de cais e mais três gruas de parque esperados até ao final deste ano.

Segundo avançou ao Registo fonte da PSA, este investimento vem aumentar a capacidade do Terminal XXI para um milhão de TEUs (unidade de medida que corresponde a um contentor de 20 pés) por ano. Em 2014, quando a Fase 2 for concluída o investimento total neste terminal atingirá mais de 200 milhões de euros.

De acordo com Lídia Sequeira, Presidente do Conselho de Administração do Porto de Sines, “a parceria com a PSA, o maior operador do mundo de carga contentorizada, constituiu uma garantia de sucesso associando as condições naturais do Porto de Sines e da sua envolvente e o know how de uma entidade que acreditou no projecto e assumiu integralmente o risco de construção e da operação.”

David Yang, CEO da PSA para a Europa e Mediterrâneo, afirmou por seu lado que “com este novo investimento a PSA Sines terá capacidade para operar simultaneamente dois megacarriers. E graças às dragagens dos acessos marítimos e da zona de manobra do Terminal XXI efectuados pela APS, o terminal está agora pronto para receber os futuros grandes porta-contentores de 18 mil TEUs.”

Na ocasião, Pedro Passos Coelho afirmou que “gostaria” que a decisão de ligar o Porto de Sines à rede ferroviária europeia ficasse tomada este ano, processo que está a ser negociado com os governos de Espanha e França.

“Gostaríamos que Sines pudesse ter a perspectiva de essa ligação poder estar a ser executada até 2014, porque 2014 é o ano em que o Canal do Panamá tornará ainda mais relevante a posição de Sines no Atlântico. Essa seria uma cronologia boa para Portugal: conseguir que durante este ano essa matéria ficasse decidida, definida, e que começássemos depois a concretizar essa ligação”, referiu o chefe de Governo, assegurando que ainda não existe uma perspectiva de custos: “Wssa é uma questão que tem de ser vista no seio da União Europeia, porque se trata de uma ligação transeuropeia, não é estritamente nacional”.

Questionado pelos jornalistas sobre temas nacionais, disse que o país está “praticamente com um ano de avanço na correção de uma parte importante do défice externo da balança corrente”, numa referência ao défice externo da balança corrente que, em dezembro de 2011, ficou a um nível inferior ao esperado para dezembro de 2012. “Isso foi conseguido não apenas com a contração da procura interna devido às medidas de austeridade, mas também graças às exportações”, acrescentou.

Perante estes novos indicadores, Passos Coelho salientou que “não só não estamos a acumular necessidades de financiamento exterior como estamos a caminhar para o equilíbrio das contas”.

Sobre a aprovação da venda do BPN ao BIC, por Bruxelas, afirmou estar muito satisfeito “porque foi possível salvar o BPN dentro de um custo para os portugueses que não é superior ao da sua liquidação”.

Sobre Redacção Registo

Um comentário

  1. luis pereira

    29 de Março de 2015 at 23:05

    A ligação estará pronta em 2020 quando as obras do canal do Panamá terminarem atrasadas felizmente para o terminal XXI do porto de Sines !

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.