Vin&Cultura 2011 Festa do Vinho e da Cultura anima Ervidel

Por em 17 de Novembro de 2011

Nos próximos dias 26 e 27 de novembro, a freguesia de Ervidel vai estar em festa. Durante dois dias, por ocasião da Vin&Cultura 2011, as adegas da aldeia vão abrir as talhas e dar a provar o seu vinho a todos os amantes deste “néctar dos deuses”, mas haverá também petiscos, música, cante alentejano, produtos regionais e artesanato.
Este evento, organizado à volta do vinho e da cultura e promovido pela Câmara Municipal de Aljustrel, com o apoio da Junta de Freguesia de Ervidel, dos produtores locais e do movimento associativo, pretende mostrar aos visitantes como a produção vitivinícola, a gastronomia e a cultura podem contribuir para o desenvolvimento da economia local.
Durante este fim-de-semana, muitas serão as atividades e iniciativas propostas. Assim, os visitantes poderão seguir as rotas das adegas acompanhados pelos diferentes grupos de música popular e deliciarem-se com o vinho novo proposto pelos produtores. Todos estes vinhos poderão ser degustados na adega coletiva que, além dos petiscos, irá oferecer um animado programa musical que irá agradar a todos os presentes.
No Largo da Feira, diversos stands apresentam os seus produtos regionais e locais, com destaque para o saboroso grão-de-bico de Ervidel, muito requisitado pelos restaurantes. Ali haverá também animação de rua e dança folclórica.
No que toca à parte cultural, é de referir o encontro de poetas populares a realizar no Centro Cultural Freguesia de Unidade, onde no mesmo espaço será realizada uma tertúlia sobre “Vinho de talha, um símbolo da cultura mediterrânica”, bem como a apresentação da Agenda 21 Local.
Paralelamente, o museu rural terá as suas portas abertas ao público e, será posto a funcionar o lagar, onde será explicado aos visitantes todo o processo de produção do azeite, desde a moagem da azeitona ao produto final, terminando com uma prova e degustação das diferentes qualidades de azeite.
Mas, Ervidel também merece uma visita pelo seu ambiente rural e pelo pitoresco da arquitetura das suas casas e típicas chaminés, e principalmente pelo caloroso acolhimento das gentes desta terra do concelho de Aljustrel.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.