Eu vou continuar indignada

Por em 19 de Outubro de 2011

A indignação percorre o país na justa medida e à velocidade da brutalidade das medidas anunciadas pelo governo PSD/CDS.
O roubo nos salários e pensões; o roubo do 13º mês e subsídio de férias; o ataque sem precedentes aos direitos laborais; o aumento do IVA e dos bens essenciais; o crescente desemprego e ausência de estratégia para a produção nacional; a degradação da prestação dos serviços públicos; a tentativa de destruição do poder local democrático e do que isso representa para as populações, têm levado muitos, primeira vez para rua, reclamando direitos usurpados.
Ainda bem!
Mas com dizia alguém é a luta organizada que faz tremer o capital e os inimigos do regime democrático.
É preciso continuar a lutar!
A semana de 20 a 27 de Outubro é de luta!
É preciso fazer a demonstração do nosso descontentamento à volta dos grandes e pequenos/grandes problemas que nos estão a infernizar a vida.
A União de Sindicatos do Distrito de Évora e algumas Comissões de Luta dos Serviços Públicos convidam TODOS a várias acções de protesto e luta.:
No próximo dia 21 no ALANDROAL, às 17h30m, junto à Fonte das Bicas;
No dia 21 em MONTEMOR-O-NOVO, pelas 18h30m, junto ao Centro de Saúde, contra o encerramento das urgências no período nocturno;
No dia 25, em ARRAIOLOS, pelas 11h, no Parque Industrial;
No dia 26, em MONTEMOR-O-NOVO, pelas 11h, junto aos Paços do Concelho;
No dia 26, em VENDAS NOVAS, pelas 15,30 horas, no Largo Serpa Pinto;
No dia 27, em BORBA pelas 17 horas, junto aos Paços do Concelho;
E no dia 27 em ÉVORA, 14,30 horas, na Praça do Sertório (Paços do Concelho), os trabalhadores da administração local irão também estar na rua.
Estas (e todas as que vierem) são grandes oportunidades para lutarmos por aquilo a que temos direito, contra a destruição dos direitos laborais, o empobrecimento e as injustiças.

Este estado de coisas não é imutável. Como dizia o poeta:
“Que força essa
que trazes nos braços
que só te serve para obedecer
…………………………….
que te põe de bem com outros
e de mal contigo
……………………………….
Não me digas que não me compr’endes
quando os dias se tornam azedos
não me digas que nunca sentiste
uma força a crescer-te nos dedos
e uma raiva a nascer-te nos dentes”

Vamos transformar essa raiva e essa força numa enorme vaga de protesto que atravesse o país, até à GREVE GERAL, dia 24 DE NOVEMBRO

Sobre Margarida Fernandes

5 Comments

  1. João Abreu Mendes

    19 de Outubro de 2011 at 23:15

    Guida Guida..sempre a mesma lenga lenga..

  2. Ana Sara Cruz

    20 de Outubro de 2011 at 23:11

    Muito bem Guida, é mesmo assim. Nós, os que somos explorados e roubados, e que queremos um mundo melhor e mais justo, continuaremos a estar indignados até que esta pouca vergonha termine. Seremos sempre iguais a nós mesmos, com o mesmo querer, a mesma vontade de mudança, a mesma "lenga lenga", na opinião de uns, a mesma "cassete", como dizem outros. Não faz mal porque a essa postura chama-se COERÊNCIA, que é aquela virtude que têm os que não mudam de opinião (e/ou de partido) conforme sopra o vento ou conforme a "côr" que está no poder. Parabéns camarada; tenho orgulho em ter-te como amiga. Ana

  3. Joao Abreu Mendes

    21 de Outubro de 2011 at 0:21

    Vai lá vai..mete a n malagueira que a malta ta com saudades da sua coerencia..belo serviço..um mandatozito, mesmo e fora!!!

  4. Margarida fernandes

    21 de Outubro de 2011 at 21:47

    O Sr. João Mendes. pelos vistos a lenga lenga é eficaz, continua a incomodá-lo.

  5. Ana Sara Cruz

    21 de Outubro de 2011 at 23:45

    Se um comunista incomoda muita gente… dois comunistas incomodam muito mais… Guida, a luta continua. Também eu estou indignada. Bjos

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.