40 Anos da restauração do Ensino Superior em Évora

Por em 27 de Maio de 2013

A Universidade de Évora organiza na próxima quarta-feira, dia 29 de maio, uma conferência que visa comemorar os 40 anos da criação e restauração das novas Universidades em 1973, entre as quais se inclui a Universidade de Évora, restaurada neste mesmo ano. A conferência terá como tema: “1973-2013: 40 anos de vida universitária e os novos desafios”.

Carlos Braumann, Reitor da Universidade de Évora integrará a sessão de abertura, ao lado de António Rendas, Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e de Paulo Figueira, Presidente da Associação Académica da Universidade de Évora.

A conferência inicial estará a cargo de José Veiga Simão, Professor Jubilado da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, que recordará “O contexto político da instituição das novas Universidade no início dos anos 70 do século XX”.

No primeiro painel, moderado por José Ribeiro e Castro, Presidente da Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, será discutido “O desafio do desenvolvimento regional e o papel das Instituições de Ensino Superior”. Nele intervém José Mendes, Vice-Reitor da Universidade do Minho, Carlos Sequeira, Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e Vítor Bento, Presidente do Conselho de Administração da SIBS, que apresentarão, respetivamente, comunicações sobre: “As Instituições de Ensino Superior e o tecido empresarial”, “Ser Universidade no interior” e “As universidades e o desenvolvimento económico: duas faces de uma moeda?”.

No período da tarde João Queiroz, Reitor da Universidade da Beira Interior moderará o debate à volta do tema “Pensar a Universidade hoje: funções e lugares”. Intervém: João Paulo Crespo, Vice-Reitor da Universidade Nova de Lisboa, Manuel Assunção, Reitor da Universidade de Aveiro e Adriano Moreira, Professor Jubilado da Universidade Técnica de Lisboa. Em destaque irão estar as seguintes questões apresentadas sucessivamente pelos três convidados: “A Investigação e a Formação de Doutorados”; “Universidade e internacionalização”; e “Pensar a Universidade hoje”.

Antecedendo a sessão de encerramento por Armindo Monteiro, Presidente do Conselho Geral da Universidade de Évora, Eduardo Marçal Grilo, Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian fará uma intervenção final alusiva à questão do futuro das Universidades em Portugal.

 

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.