Évora a melhor para investir, turismo e viver

Por em 11 de Fevereiro de 2014

Especializada no trabalho de “marcas-país”, um pouco por todo o mundo, a Bloom Consulting acaba de iniciar a sua atividade no mercado português.« com um um projeto que mede  a eficácia de cada um dos 308 Municípios portugueses, avaliados e classificada de acordo com a sua “performance” nas vertentes de Investimento (Negócios), Turismo (Visitar) e Talento (Viver).

«Uma “marca-cidade” é um ativo para os municípios. Deve ser gerida de forma a potenciá-los e com o propósito de alcançar diferentes objetivos. Segundo a nossa metodologia, existem três dimensões primordiais através das quais se pode aferir, de forma tangível, o potencial de uma “marca-cidade”: comércio (investimento), turismo e talento», explica Filipe Roquette, diretor geral da Bloom Portugal.

O Bloom Consulting Country Brand Ranking© coloca o município de Évora no primeiro lugar regional, onde obteve excelentes resultados na categoria Visitar (Turismo) – 9ª posição do Top Nacional. É a única cidade alentejana que se encontra presente no Top 25 de Portugal.

O município de Sines termina na 2ª posição a nível regional, quase garantindo uma presença no Top 25. A nível regional, conseguiu ultrapassar os restantes municípios alentejanos, nomeadamente, Beja, Santarém, Elvas e Portalegre, graças ao seu excelente resultado obtido na categoria de Negócios (Investimento).

O ranking revela uma forte tendência dos municípios para se demarcarem dos restantes com um resultado bastante favorável numa das três categorias avaliadas e por outro bastante negativo nas restantes.

«Tomemos, a título ilustrativo, Santarém e Portalegre, que conseguiram bons resultados em Viver (Talento), uma vez que os seus rácios de estabelecimentos de educação por habitante foram muito elevados, Benavente que termina na 4ª posição em Negócios (Investimento), Coruche, a capital da cortiça em Portugal, consegue um excelente 3º lugar ,também nesta categoria, e Grândola e Odemira que terminam com resultados bastante positivos na dimensão Visitar (Turismo)», explica Filipe Roquette.

Por fim, com a exceção de Sines, que obteve excelentes resultados em visibilidade na internet, a região do Alentejo, no geral, carece de municípios fortes na vertente de “Web Analytics” ou “Social Media”.

«Numa altura em que os orçamentos locais se encontram sujeitos a um processo de escrutínio intenso, todas as autarquias devem assegurar que todos os cêntimos gastos são um bom investimento. É por esta razão que agora, mais do que nunca, há uma necessidade de aplicar medidas fiáveis para garantir sucesso da estratégia de “Region” e “City Branding”», refere Filipe Roquette, diretor geral da Bloom Portugal. «Este ranking não podia ter sido lançado em momento mais oportuno. Portugal enfrenta desafios económicos consideráveis e a previsão de recuperação afigura-se bastante lenta. O Bloom Consulting Portugal City Brand Ranking© pode desempenhar um papel cimeiro na ajuda aos Municípios, não só no que toca à definição de prioridades, mas também na perceção da imagem que estes têm no resto do País e internacionalmente», completa.

 

Sobre o Bloom Consulting City Brand Ranking

O Bloom Consulting City Brand Ranking © 2014 é um estudo completo que mede a eficácia da estratégia de gestão da marca de cada município, separadamente. Baseia-se em fatos concretos, que incluem o desempenho e o crescimento económico das cidades. Estes dados objetivos são acompanhados por dados subjetivos, que medem o impacto económico da estratégia de gestão de marca de cada município.

«Antecipar o futuro e enfrentá-lo com entusiasmo é a nossa filosofia. Precisamos sempre de inovar e questionar tudo o que fazemos e, para tal, investimos 6 meses do ano em “Research” para saber o que cada país, região ou cidade no mundo inteiro está a fazer, para saber como podemos melhorar», explica Jose Filipe Torres, CEO da Bloom Consulting. «Mais do que nunca, num mundo globalizado, é necessário que as cidades e Municípios consigam utilizar novas ferramentas, que tenham como principal objetivo atrair investimento, novos turistas e que consigam garantir condições de fixação de novos residentes ou atrair talento específico. Por outras palavras, consigam criar crescimento socioeconómico graças à sua marca regional», acrescenta.

 

Metodologia – Como foi calculado este ranking?

O algoritmo desenvolvido para conceber o Bloom Consulting Portugal City Brand Ranking©, tem em conta 3 variáveis que incluem dados de naturezas distintas.

Na construção dos rankings não foram utilizados questionários ou efetuadas entrevistas, mas sim dados estatísticos concretos de fontes oficiais que foram contrastados com a procura que os municípios obtêm online e com a performance que os seus websites e redes sociais têm na hora de comunicar com os seus públicos-alvo.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.