Iluminação pública LED de Reguengos de Monsaraz foi uma das 16 finalistas do prémio Aurorália

Por em 15 de Janeiro de 2013

A iluminação pública com lâmpadas LED na cidade de Reguengos de Monsaraz foi uma das 16 finalistas do prémio Aurorália 2012 que distingue as melhores iniciativas em termos de iluminação urbana sustentável. O Município de Reguengos de Monsaraz substituiu no ano passado 255 luminárias e as suas lâmpadas de vapor de sódio por LED branco, um investimento de 107 mil euros com financiamento comunitário de 80 por cento pelo INALENTEJO.

Esta tecnologia permite obter um baixo consumo de energia proporcionando um elevado grau de eficiência e reduzir os custos de manutenção pois a iluminação tem mais tempo de vida útil (cerca de 50 mil horas) e maior resistência a impactos e vibrações. Com a tecnologia LED aplicada à iluminação pública minimiza-se também o impacto ambiental com a redução de emissões de CO2 e reforça-se a segurança e o bem-estar da população pois a luz é direcionada de forma ideal.

O prémio Aurorália é organizado pela LUCI e pela Schréder e teve como finalistas as iluminações públicas de Bogotá e Bucaramanga, na Colômbia, Buin, no Chile, Gent, na Bélgica, Reguengos de Monsaraz, Valença e Guimarães, em Portugal, Heilbronn e Leipzig, na Alemanha, Lavagna, em Itália, Londres, no Reino Unido, Los Angeles, nos Estados Unidos da América, Lyon, em França, Valladolid e Soto del Real, em Espanha, e Taxco de Alarcón, no México.

O júri constituído por representantes da imprensa especializada decidiu atribuir o primeiro prémio à cidade de Gent, o segundo lugar foi para Valença e o terceiro para Los Angeles. Os prémios foram atribuídos em dezembro, em Lyon.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.