Militares da GNR solidários

Por em 18 de Janeiro de 2015

A estreita sintonia entre a Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Portalegre – ADBSP – e o Centro de Formação da GNR da capital do Alto Alentejo resultou numa valiosa colheita de sangue, já no decurso deste mês.

 

Ao todo marcaram presença 71 voluntários (11 do sexo feminino), a grande maioria soldados provisórios que iniciaram a formação no final do ano transacto. 

Em termos de estreantes foram contabilizados 68 eventuais dadores, entre eles as 11 mulheres referidas. E foram 22 as novas inscrições no Registo Nacional de Dadores Voluntários de Células de Medula Óssea.

O Presidente da ADBSP mostra-se muito encorajado com esta iniciativa, por tudo o que ela significa. E recorda que, há já muitos anos, a ADBSP tem um acordo informal com esta unidade da Guarda, sediada em Portalegre. E tantos e bons frutos se têm conseguido, com milhares, repetimos: milhares de unidades de sangue recolhidas. Só em 2014 foram contabilizadas 507 dádivas oriundas deste Centro Formativo.

Por razões logísticas as colheitas têm sido realizadas nas instalações do Serviço de Imunohemoterapia do Hospital Doutor José Maria Grande (perto do Convento de São Bernardo), onde os soldados são recebidos dois dias por semana. Mas, no inicio de mais um curso, considerou-se pertinente desenvolver esta Brigada em pleno coração da Escola da Guarda, até por motivos pedagógicos.

António Eustáquio sublinha também o modo cordial como a GNR recebeu os elementos da Brigada (funcionários do Hospital e elementos da ADBSP) e ter reiterado, novamente, toda a disponibilidade para continuar a colaborar na dádiva de sangue, atitude tão cordial e humana, como aliás tem sido apanágio nesta partilha de tantos anos.

 

 

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.