Pediatria de Évora em ruptura

Por em 12 de Março de 2018
DR

Os pediatras do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) alertaram esta segunda-feira para o risco de ruptura da urgência pediátrica da unidade, devido à falta de médicos especialistas, e também para a desadequação das instalações do serviço.

O director do serviço de pediatria do hospital de Évora, Hélder Gonçalves, também subscreveu o documento na qualidade de médico. “Dos 22 pediatras que integram o serviço, o documento foi assinado por 21. Só não assinaram todos” porque o pediatra que falta “está de baixa”, explicou.

No documento, intitulado “Ruptura no Serviço de Urgência de Pediatria do HESE”, os clínicos expressam o seu “descontentamento com as condições de trabalho e de assistência que [ali] são actualmente praticadas”.

“Temos actualmente uma equipa exausta, envelhecida, insuficiente para assegurar as necessidades do serviço” e que “trabalha para além dos limites legais e humanamente razoáveis”, alertam. “A escala de Urgência de Pediatria está atualmente em ruptura”, frisam.

Segundo os subscritores, a urgência pediátrica está “sem possibilidade de assegurar a totalidade dos dias de urgência”, pelo que vai ficar, “já este mês”, com “períodos de 12 horas sem pediatra escalado”.

Os clínicos alegam temer pelo “declínio” do serviço e a eventual “necessidade imediata de encerramento da urgência e transferência dos doentes internados na enfermaria de Pediatria”.

 

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.