Pinto de Sá visita Escolas

Por em 14 de Janeiro de 2018
DR

O Agrupamento de Escolas Manuel Ferreira Patrício recebeu, no arranque do segundo período letivo, a visita do Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá e da Vereadora da Educação, Sara Fernandes.

Estes eleitos foram perceber as dificuldades que a comunidade educativa enfrenta no dia a dia, em especial no que concerne à necessidade de intervenções nos edifícios, algumas delas urgentes, e o que é possível priorizar em termos de investimento, dado o estado de contenção financeira que atravessa a autarquia. A questão da falta de pessoal não docente nas escolas foi outra das temáticas que puderam constatar no terreno e que adquire contornos muito graves, dada a importância do papel destes funcionários, para a segurança e bem estar das crianças e para o bom funcionamento dos estabelecimentos de educação e ensino.

Vários membros dos Órgãos de Gestão, do Conselho Geral e representantes dos Encarregados de Educação deste Agrupamento acompanharam a visita. Recorde-se que este Agrupamento conta com cerca de mil alunos e tem um projecto pedagógico inclusivo que responde a necessidades educativas especiais, sendo dotado de unidades na área do autismo, multideficiências e surdos.

A comitiva percorreu as instalações das escolas básicas Manuel Ferreira Patrício, Sra. da Glória e Vista Alegre, tendo os responsáveis pela comunidade educativa assim como alguns alunos exposto as suas preocupações e proposto soluções para algumas das problemáticas em causa. Na Escola da Sra. da Glória, a Associação de Pais entregou aos eleitos um dossier com as necessidades sentidas e dois representantes dos alunos um caderno com ilustrações e texto sobre o que gostariam de ver melhorado na escola.

No final da jornada, o Presidente Carlos Pinto de Sá, sublinhou a importância destas visitas para conhecer no terreno as dificuldades sentidas pelos Agrupamentos de Escolas e procurar, em conjunto com a comunidade educativa, responder às situações. Isto, sempre tendo em conta que, apesar da autarquia ter vindo a melhorar a sua capacidade de investimento, é necessário definir prioridades, uma vez que as dificuldades financeiras ainda se mantêm.

De referir ainda que na Escola Básica Manuel Ferreira Patrício (onde as responsabilidades são partilhadas com o Ministério da Educação), há uma proposta de candidatura em curso no valor de 340 mil euros para substituição das coberturas, requalificação do campo de jogos e saídas de emergência. Na Escola da Vista Alegre, está previsto o encapsulamento do fibrocimento.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.