Pintura animalista em Monsaraz

Por em 26 de Outubro de 2011

Mostra reúne 64 trabalhos em aguarelas, óleos e acrílicos sobre temática da caça.

“Conversas do Reino da Caça” é o título da exposição de pintura animalista que Maria José Cardoso de Souza e António Villar de Souza vão apresentar na Igreja de Santiago, na vila medieval de Monsaraz. Organizada pelo Município de Reguengos de Monsaraz, esta mostra será inaugurada na sexta-feira, dia 28 de Outubro, pelas 17h30, e vai estar patente até ao dia 15 de Dezembro.
“Conversas do Reino da Caça” é uma exposição temática de 64 trabalhos em aguarelas, óleos, acrílicos e sanguíneas que pretende chamar a atenção para a fauna cinegética no seu meio ambiente, retratando cenas apaixonantes de que só os caçadores são testemunhas.
Maria José e António Villar de Souza, artistas radicados em Reguengos de Monsaraz, expressam-se livremente em escultura, pintura, desenho e cerâmica, em qualquer dos seus modos técnicos de realização. Embora a escultura e a cerâmica de autor tivessem sido as técnicas impulsionadoras para uma arte intelectualizada, foi a temática animalista que mais os projectou.
Depois da inauguração desta mostra, haverá uma conversa entre caçadores sobre algumas histórias que os quadros expostos vão fazer reviver, mas também sobre a caça de uma forma geral.
A exposição “Conversas do Reino da Caça” tem como público-alvo os aficionados da festa brava, cavalos, caça e cães e pode ser apreciada entre as 10h e as 13h e das 14h às 17h30, na Igreja de Santiago.
A obra de António Villar de Souza, com 50 anos de vida artística e de Maria José, com 25, tem admiradores em muitos países, resultado da sua entrega missionária à arte.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.