Apoios ao mundo rural

Por em 27 de Janeiro de 2021

Os apoios à criação de emprego em territórios rurais no âmbito da medida +CO3SO Emprego têm de chegar aos 240 milhões de euros para acomodar cerca de 2400 candidaturas para a criação de 4700 novos postos de trabalho. É esta a estimativa de Ana Paula Xavier, presidente da Federação A Minha Terra (FMT), a associação de Grupos de Acção Local (GAL) que, em cada território, analisou a maior parte destes avisos.

A medida foi lançada no Verão com um montante de 90 milhões de euros e destinava-se a apoiar com uma verba, que podia chegar aos 1900 euros por mês, a fundo perdido, cada posto de trabalho criado, inclusive a criação do próprio emprego, tendo a procura superado a dotação dos avisos lançados em todo o território.

“A procura excedeu todas as expectativas e obrigou a um esforço complementar”, começa por referir a presidente da FMT, para logo sublinhar os aspectos positivos trazidos pelo interesse acrescido dos promotores. “Esta resiliência é importantíssima e a coragem que as empresas têm de se predisporem a criar emprego e a continuarem a sua actividade numa altura como a que atravessamos é um sinal extremamente positivo, que revela que o Estado pode contar com as empresas para a retoma económica de que tanto precisamos”, afirma Ana Paula Xavier.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.