Universidades 2.ª fase de candidaturas

Por em 4 de Setembro de 2023
DR

As universidades e institutos politécnicos têm agora cerca de 10 mil vagas para os alunos que pretendam concorrer à 2.º fase do Concurso de Acesso ao Ensino Superior, havendo ainda lugares em Engenharia Aeroespacial e Medicina.

Os institutos politécnicos têm cerca de 6.600 vagas enquanto as universidades disponibilizaram cerca de 3.300 vagas, segundo uma contagem feita pela Lusa aos dados divulgados no edital da Direção-Geral do Ensino Superior, onde é possível ficar a conhecer as vagas curso a curso.

A maioria dos cursos com as médias de entrada mais elevadas voltam a abrir vagas nesta 2.º fase, mas em muitos casos há apenas um ou dois lugares.

No entanto, o curso com a nota de entrada mais alta na 1.º fase — Engenharia Aeroespacial da Universidade do Minho – não abriu nenhuma vaga na 2.º fase, mantendo-se assim com o último aluno a entrar com uma média de 18,86 valores (numa escala de zero a 20).

Mas há alternativas para quem queira seguir Engenharia Aeroespacial: o Instituto Superior Técnico, em Lisboa, o segundo curso com a nota mais elevada (18,68), tem agora duas vagas; e o curso da Universidade Aveiro abriu uma vaga.

Também há vários cursos de Medicina que voltam a abrir vagas: A Universidade de Coimbra e a Universidade da Beira Interior têm ambas três vagas; a Universidade do Minho tem duas vagas e as Universidades do Porto e de Lisboa disponibilizaram uma vaga.

As cerca de 10 mil vagas existentes na 2.º fase são essencialmente a soma das 5.212 vagas que sobraram da 1.º fase do CNAES e os lugares que tinham sido ocupados na 1.º fase mas que os alunos não chegaram a realizar a matrícula e inscrição.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.