Como Desenhar Mulheres, Motas e Cavalos

Por em 28 de Setembro de 2012

A 29 de Setembro, às 21h30, o auditório do Centro Cultural de Redondo recebe Nuno Markl e Miguel Araújo que com um humor refinado e uma banda sonora à altura tentam mostrar ao público como é possível não saber desenhar mulheres, motas e cavalos.

De Dó a Si muito se pode desenhar bastando que para isso se dê ouvidos à imaginação. Nuno Markl e Miguel Araújo não só sabem fazê-lo com mestria como estão dispostos a partilhar tão magnífico dom com o público em mais uma apresentação do seu novo projeto Como Desenhar Mulheres Motas e Cavalos, em estreia absoluta no Alentejo.

Depois de ter passado por algumas das mais conceituadas sala de espetáculos do país – Aula Magna, Rivoli e Casino da Figueira –, a 29 de Setembro, às 21h30, esta produção da Abrenúncio visita o Centro Cultural da vila de Redondo que se coloca entre os grandes centros urbanos para receber aquele que se pode já considerar um dos espetáculos mais divertidos do ano.

Resultante do génio criativo do conhecido humorista Nuno Markl, que, de forma inusitada, se faz acompanhar do músico revelação dos Azeitonas, Miguel Araújo, Como Desenhar Mulheres Motas e Cavalos promete proporcionar ao público a frescura e originalidade que apenas uma fusão tão improvável quanto a da música com o desenho ao vivo podem proporcionar.

Em palco estarão apenas os artistas da música e da comédia, na companhia do novíssimo Ipad e da velhinha guitarra, que muito talentosamente vão tentar mostrar aos Redondenses, – e aos demais interessados – que da inabilidade de Markl desenhar mulheres, motas e cavalos e das harmonias incomuns de Miguel Araújo resultou, certamente, um espetáculo a não perder. É preciso fazer um desenho?

 

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.