Concerto de Natal no Convento dos Remédios

Por em 13 de Dezembro de 2012

A Associação Eborae Mvsica promove no dia 16 de Dezembro, domingo, às 18h00, no Convento dos Remédios, o Concerto Natal ibérico: sagrado e devoção popular, pelo Coro Polifónico Eborae Mvsica, sob a direção de Pedro Teixeira. São interpretadas obras de Estêvão Lopes-Morago, Estêvão de Brito, Fernando Lopes-Graça e Júlio Dominguez. Este Concerto é o último do VIII Ciclo de Concertos “Música no Inverno”.

Programa: Natal ibérico: sagrado e devoção popular – Sé de Évora: Jesu Redemptor [I] de Estêvão Lopes-Morago (1575? – 1635?); Lucis creator optime de Estêvão de Brito (1575-1641); Quem vidistis pastores? de Estêvão Lopes-Morago. Canções de natividade tradicionais portuguesas de Fernando Lopes-Graça (1906-1994): Do varão nasceu a vara (Beira Litoral), José e Maria (Trás-os-Montes), Bendito do Menino (Trás-os-Montes), À ordem de César, Inda agora aqui cheguei (Janeiras, Alentejo), Partidos são de Oriente (Reis), Vimos-lhe cantar os Reis (Minho), Nasceu, já nasceu (Alentejo), Hoje é dia de Janeiro (Beira Alta) e Tres Motetes para um Tempo de Nadal de Júlio Dominguez (1965) – Laudate Dominum, Lux fulgebit e Gloria Patri

O Coro Polifónico Eboræ Mvsica que é dirigido pelo Maestro Pedro Teixeira fez em Setembro de 1987 a sua primeira apresentação pública, integrada no acontecimento cultural “Os Povos e as Artes”. O Coro Polifónico tem realizado diversas atuações ao longo da sua existência, interpretando não só a polifonia da Escola de Música da Sé de Évora (sécs. XVI e XVII), como também outras obras de diferentes épocas. Destacam-se as suas atuações a participação nas Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”, acontecimento que a Associação Eborae Mvsica organiza, anualmente, no mês de Outubro. Nas deslocações internacionais destaca-se a participação na “Europália 91”, na Bélgica e a participação no 10.º Concurso Internacional de Música Sacra de Preveza, Grécia onde ficou classificado em 3º lugar, obtendo a medalha de bronze.

O Maestro Pedro Teixeira é licenciado e está a terminar o Mestrado em Direcção Coral pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou com o Maestro Vasco Pearce de Azevedo e Paulo Lourenço. Foi assistente de Direção de José Robert no Coro e no Coro de Câmara da Universidade de Lisboa. No Coro Ricercare trabalhou com Paulo Lourenço como maestro adjunto, passando a titular em 2002. É elemento do Coro Gregoriano de Lisboa, no qual é solista. Dirige, desde Março de 1997, o Coro Polifónico “Eborae Mvsica” e, desde Setembro de 2000 o Grupo Coral de Queluz e o “Officium”- grupo vocal. Recebe em 2002 o prémio “The most promising conductor of Tonen 2002” na Holanda.

A Associação Eborae Mvsica é uma estrutura financiada pela Secretaria de Estado da Cultura, Direcção Geral das Artes e Direcção Regional de Cultura do Alentejo. Tem o Apoio da Câmara Municipal de Évora.

 

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.