Universidade de Évora dá as boas-vindas a novos alunos

Por em 7 de Outubro de 2011

Com os resultados do concurso nacional de acesso, a Universidade de Évora repete a tradição e, nos claustros do Colégio do Espírito Santo, os recém-chegados têm o primeiro contacto com aquela que será, pelo menos nos próximos três anos, a sua casa.
Sozinhos ou com os pais, a realização da matrícula é o primeiro passo no ingresso na Universidade de Évora e numa nova fase da vida. Muitas das vezes acompanhada de uma mudança mais complexa do que a simples saída do Liceu e entrada na universidade, o entusiasmo da chegada sente-se nas salas do claustro, que representam os diferentes serviços da universidade, núcleos, associações estudantis e grupos académicos ao dispor do aluno para os próximos anos.
A escolha de casa é uma das maiores preocupações para pais e filhos. Miguel Barroqueiro tem 18 anos e entrou em Gestão. Vive no Entroncamento e optou por fazer a matrícula presencialmente para também aproveitar para arranjar alojamento.
“Não está fácil encontrar alojamento, já tenho alguns contactos mas vou também informar-me sobre as residências universitárias” refere Miguel. A qualidade da licenciatura em Gestão, o ambiente e o facto de ser uma universidade e não ser politécnico, pesaram na sua escolha pela academia eborense.
“A universidade é óptima e cativaram-me as histórias que o meu amigo me contou sobre Évora, o facto de ser uma cidade segura e ter estação de comboio. Os meus pais preferiam que eu fosse para contabilidade, na Academia Militar, mas coloquei Gestão em Évora em primeira opção e entrei.”
Maria do Carmo Roques, do Alandroal, veio acompanhar a filha ingressada em Enfermagem no 2.º semestre. A família de Maria do Carmo é já presença assídua na Universidade de Évora. “Eu sou aluna do mestrado de avaliação educacional, o meu filho está no mestrado de Engenharia Informática e agora a minha filha vai frequentar o curso de Enfermagem. Na nossa casa a Universidade de Évora é uma referência.”
Para esta família do Alandroal, não é só a proximidade geográfica que pesa na escolha da universidade, mas porque é uma “excelente opção do ponto de vista pedagógico”. No entanto, esta mãe confessa não ter interferido directamente na escolha do curso ou da universidade dos seus filhos.
“Nós procuramos que os nossos filhos escolham aquilo para que têm vocação, independentemente das saídas profissionais. Consideramos que quando se é bom ainda se arranja emprego e queremos que eles sejam felizes no trabalho que tiverem no futuro.”
No processo de matrícula na Universidade de Évora, o Gabinete de Apoio ao Estudante convidou alunos já veteranos na academia para ajudar os recém-chegados no preenchimento da candidatura. Virginie Hargitai, aluna finalista de Línguas, Literaturas e Culturas, considera ser importante aqueles que passaram recentemente por todo este processo poderem ajudar os mais novos.
“É importante ter pessoas de uma geração próxima que passou pelo mesmo, dizer como é que as coisas se processam, esclarecer dúvidas, uma vez que os novos alunos sentem-se mais à vontade.”
Rita Lopes, do Conselho de Notáveis, o órgão que zela pela tradição académica na Universidade de Évora, considera importante o acolhimento dos novos alunos e dos pais, sobretudo com o objectivo de os tranquilizar.
“É importante dar as boas-vindas, falar um pouco sobre as tradições académicas, o acompanhamento que fazemos nas praxes, de modo a que não haja abusos e a importância de ir às aulas. Explicamos tudo aquilo por que vão passar.”
E também nesta altura que o Conselho de Notáveis aproveita para convidar os pais para o 1.º de Novembro, dia da Universidade, nos claustros do Colégio do Espírito Santo, onde é feita a cerimónia simbólica de entrada dos novos alunos, com o mergulhar do pé direito na fonte do Colégio, para “absorção” dos saberes e conhecimentos deixados pelos alunos finalistas.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.