Vimieiro Mega Nógado

Por em 16 de Fevereiro de 2023
DR

O Mega Nógado, doçaria tipicamente carnavalesca, volta a ter lugar à mesa dos Vimieirenses com
150 metros de comprimento, já no próximo dia 19 de fevereiro. Integrado “Ao Sabor das
Tradições”, projeto que pretende dinamizar os pratos típicos do concelho e desenvolver uma
partilha de conhecimentos e histórias gastronómicas com os mais novos.
O Município de Arraiolos, reconhecendo a especificidade do Nógado na Freguesia de
Vimieiro pretende registar, no Instituto Nacional de Propriedade Industrial I.P. (INPI, I.P.), a marca
Nógado de Vimieiro® constituindo-se assim como o seu único e legítimo titular. Este registo
impede que a marca seja utilizada sem o seu consentimento e exige que a sua confeção respeite as
normas especificadas em Caderno de Especificações e Procedimentos, protegendo as características
identitárias deste produto e evitando a sua adulteração.
Este registo não é um fim em si mesmo, mas sim uma forma que o Município encontrou de
preservar a qualidade deste produto endógeno, evitar a utilização abusiva da marca e promover o
Nógado, como um produto que reflete a identidade da população da Freguesia de Vimieiro.
Pretende-se transformar um produto, que pertence inequivocamente à cultura dos habitantes
de Vimieiro, num produto turístico com reflexos positivos na economia da Freguesia e do concelho.
A criação da marca vai ser acompanhada da sua divulgação, assegurando a projeção nacional e
internacional do produto.
A utilização da marca Nógado de Vimieiro® permitirá o reconhecimento do Nógado como
um produto endógeno de referência e é a garantia de que, a forma de o confecionar o tornam um
produto distinto e gerador de confiança da sua qualidade no consumidor. Neste contexto deverá ser
preservada a receita antiga hoje conhecida pelo relato e memória das gerações mais velhas.
Proteger os saberes e os sabores ligados à doçaria tradicional do concelho, bem como de
divulgar o doce que perdura na memória viva dos Vimieirenses, estabelecendo uma ponte entre o
passado e o presente, potencializando o produto gastronómico da terra, que pode constituir um
incentivo à economia local.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.