Vinhas regadas em fevereiro

Por em 7 de Março de 2022

A Herdade Vale da Rosa tem “260 hectares em produção” e, sem chuva que se veja, já se viu obrigada a começar a rega das vinhas em Fevereiro.

Herdade Vale da Rosa diz ter “capacidade para produzir 8000 toneladas” de uvas de mesa em cinco anos RICARDO SILVA / PUBLICO

A Herdade Vale da Rosa, que produz uvas de mesa em Ferreira do Alentejo, Beja, iniciou a rega das suas vinhas “há cerca de um mês”, mais cedo do que o habitual, devido à seca.

Em declarações à agência Lusa, o proprietário da empresa, o empresário António Silvestre Ferreira, adiantou que este ano foi necessário começar a “regar mais cedo” devido à falta de precipitação.

“Nesta altura não se regava ainda, regava-se mais tarde”, afiançou o produtor alentejano, reconhecendo que, “no que respeita à rega, a água da chuva é imprescindível”.

“Faz falta sobre todos os pontos de vista e é insubstituível nalguns aspecos. Portanto, mesmo estando numa região em que temos a água do Alqueva, a água da chuva sem dúvida que nos faz falta”, disse.

Neste momento, na Herdade Vale da Rosa, uma das maiores produtoras nacionais de uvas de mesa, prepara-se a campanha de 2022. No ano passado a empresa comercializou “mais de 4.000 toneladas” de uvas de mesa, com e sem grainha, registando um volume de negócios “acima dos 13 milhões de euros”.

Segundo António Silvestre Ferreira, cerca de “80%” da produção destinou-se ao mercado nacional e os restantes 20% seguiram para exportação, sobretudo “para Inglaterra, Países Baixos e Polónia”.

Sobre Redacção Registo

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.